A proliferação de dispositivos móveis nos últimos anos permitiu a muitos usuários entender a necessidade de usar "múltiplas telas" nas suas vidas diárias. No entanto, também afastou a muitos de um computador desktop, especialmente aqueles que realmente não usavam para trabalhar.

Já que você está passando por aqui, não perca o artículo que também dala sobre o Note 7, pode ler aqui.

Para os usuários que precisam de um bom computador de mesa com monitor, indico que a tecnologia dos monitores avança "de vento em polpa" e agora, mais do que nunca, é um prazer trabalhar com um ou vários monitores em um equipamento informático.

 tela computador usada

A tecnologia LCD, o padrão

Desde quase 20 anos, os monitores LCDs estão dominando o mercado, depois de começar a eliminar progressivamente a tecnologia CRT, que usava grandes monitores de tubo de vidro.

Escutamos muitos nomes durante a existência destes monitores LCD: telas TFT, LED, IPS, etc. O fato é que podemos dizer que praticamente todo mundo usa a mesma tecnologia: LCD TFT, ou seja, tela de cristal líquido.

Os primeiros monitores LCD populares foram os TFT TN+Film, que utilizou uma tecnologia de transistor de película fina para melhorar a qualidade do que era mostrado na tela. Sua popularidade foi tal em relação aos CRT, que desde 2006, até mesmo os novos televisores começaram a montar de forma constante esses painéis.

O maior problema da tecnologia LCD TFT TN + Film residia em um ângulo de visão limitado, em uma reprodução de cores limitada e alto consumo (especialmente quando se aumentou o tamanho dos monitores ou telas).

Após as LCD TFT TN+Film chegaram as telas de LCD LED, um novo tipo de telas de cristal líquido que usaram uma camada de LEDs traseiros iluminando os gráficos mostrados na tela LCD e davam um contraste dinâmico da imagem de 500.000: 1 (em comparação com 100.000: 1, os antigos monitores CRT).

A evolução dos painéis de LCD dá-nos agora, painéis LCD IPS, que usam uma nova tecnologia "pixel de emoção" para melhorar os ângulos de visão e consumo muito mais baixo. As telas LCD IPS são usadas tanto para monitores de última geração como nas telas de dispositivos móveis.

Em resumo, nós já passamos por várias gerações importantes de telas de LCD TFT durante a última década:

 

1) TFT LCD TN+Film: com baixo custo de produção, ampla aceitação e capacidade suficiente para exibir imagens fluídas.

 

2) LCD LED: que usa painéis de cristais líquidos com retro iluminação LED, o que melhora o ângulo de visão, o contraste de imagem além de um tamanho e consumo menor.

 

3) LCD IPS: com outra tecnologia que proporciona melhores ângulos de visão, tempos de resposta mais rápidos e consumos ainda menores.

 

Resoluções e tamanhos de monitores

Obviamente a escolha de um monitor maior, uma qualidade ou tecnologia específica depende, em maior medida, das nossas necessidades, o nosso orçamento e, claro, o nosso próprio gosto.

Temos de estar claros desde o início que o tamanho não tem de estar relacionado com uma resolução específica, podemos ter uma resolução de 17 polegadas full HD e um monitor de 24 polegadas e uma resolução muito menor.

tela computador usadobrasil 

Talvez para ver o e-mail e escrever textos somente queremos um pequeno monitor de 19 ou 21 polegadas, possivelmente para usar aplicações com mapas 3D ou outras simples seja melhor um monitor de 23” ou similar. Se pulamos para um monitor em torno de 27”, então sabemos que para nós o mais importante é usá-lo para trabalhar com imagens, com vídeo ou para desfrutar de jogos na tela grande.

Quanto deve brilhar?

Outro fator importante é como deve brilhar o nosso monitor. Isso garante que tem capacidade de exibir cores branco, preto e intermediários. Esta capacidade é medida em candelas por metro quadrado (CDM2).

Um monitor normal deve ter um índice de luminosidade ronde cerca de 250 ou 300 CDM2.

O melhor contraste

A relação de contraste ou diferença entre o preto mais preto e branco mais branco, é um facto a ter em mente de um monitor. Existem dois tipos, o contraste real e o contraste dinâmico. O primeiro mede a diferença entre um negro e um pixel branco em um único instante, e falamos números baixos (800:1, 1000:1, 1600: 1...). Isto é importante se usamos o monitor para projetos de design. Quanto maior for, maior será o consumo, mas um melhor contraste.

O futuro de monitores

O futuro dos monitores passa por tecnologias como a muito discutida OLED, que utiliza diodos orgânicos de emissão de luz. Isto permite que uma tela possa ter um número de vantagens poderosas sobre outras tecnologias.

As telas OLED, em teoria, podem ser muito mais finas, flexível, tem muito menos consumo (uma vez que, para representar componentes pretos, os componentes orgânicos directamente se apagarão) serão mais barato, se verá melhor em ambientes muito iluminados e poderão ser usados não somente em monitores, mas até em outdoors.

O problema da tecnologia OLED é que a sua vida é muito mais limitada do que a de um monitor atual: ao ter componentes orgânicos, estes são rapidamente degradados. Até ao momento, esta tecnologia tem também um processo de fabricação muito caro, e é muito sensível a elementos, tais como a água. A tecnologia LCD parece ter assegurado o domínio por alguns anos.

Sabendo exatamente o que você pode exigir de uma tela de computador, você pode facilmente escolher online em sites como Usadobrasil.com.br, utilizando essas dias.